Designers famosos e suas principais criações! Parte 3

Continuando nossa série, hoje vamos contar sobre os móveis ícones, que foram criados a partir da década de 90, época que veio com rupturas, fazendo surgir um design bem-humorado e irreverente.

Os móveis com design consagrados podem ser o detalhe que faltava para trazer vida nova, mais modernidade e inovação ao seu projeto. Afinal de contas, quem não gostaria de ter um produto assinado por um designer famoso?





Tom Dixon – Bird Chaise Lounge


Tom Dixon nasceu na Tunísia em 1959 e mudou-se ainda jovem para Londres.

Ao contrário do que muitos imaginam, Dixon não é formado em Design. É um designer autodidata. Em 1983, passou a fazer móveis com restos de peças industriais em metal. Atualmente, ele é o diretor criativo da marca 'Tom Dixon', especializado em iluminação, móveis e acessórios.

Suas obras foram adquiridas por museus em todo o mundo, incluindo o Victoria and Albert Museum, o Museum of Modern Art New York e o Centre Georges Pompidou, Paris.


Uma de suas criações que viraram ícones, é a Bird Chaise, uma peça desenhada pelo designer, em forma de pássaro. É uma chaise escultural, de tipologia muito rara e incomum, destinada a trazer um suave movimento de balanço e conforto na sua sala de estar, quarto ou lobbies de hotel. O pássaro foi fabricado pela primeira vez em 1990 em aço galvanizado, e posteriormente manufaturado pela empresa italiana Cappellini.


Fernando e Humberto Campana – Poltrona Vermelha


Humberto e Fernando Campana, mais conhecidos como Irmãos Campana, são renomados designers brasileiros.

Humberto era formado em Direito, mas seu irmão, Fernando, era arquiteto e urbanista. Juntos, eles resolveram seguir pelo caminho da criação.

Em 1989 criaram o Estúdio Campana em São Paulo. Seus móveis são criativos, lúdicos e peculiares, sempre utilizando de uma linguagem não convencional. Os Irmãos têm um viés de sustentabilidade em suas peças, elas são feitas a partir da reutilização de materiais, como plástico, borracha, pvc, papelão, bichos de pelúcia, cordas e tijolos.

A dupla conquistou o mundo, algumas de suas peças fazem parte do acervo do MoMa, museu de arte em Nova Iorque.


A peça responsável por abrir o mundo para os Campana, foi a Poltrona Vermelha, criada em 1991, e apenas em 1998 foi escolhida para ser produzida na Itália, comercializada pela marca Edra, ganhando assim projeção internacional.

Fernando e Humberto Campana queriam criar um móvel com um conceito diferente, em que o material desse não só a estrutura, mas também o estofamento. Com 500 m de corda em mãos, começaram a entrelaçar a poltrona Vermelha, que pode ser feita em diversas cores.

Atualmente para sua produção, utilizam 450m de cordas. A estrutura das poltronas é fabricada por máquinas automáticas e o acabamento é realizado manualmente sempre pelo mesmo artesão, que finaliza uma unidade a cada quatro dias.

A poltrona Vermelha se destaca pelas formas orgânicas e o trabalho manual bastante valorizado pelos designers.



Sergio Rodrigues – Poltrona Diz


Sergio Rodrigues foi um famoso designer brasileiro que faleceu em 2014. Ele é considerado o percursor do design no Brasil e deixou um legado impressionante para a cena mundial do design de móveis.

Era ano de 1957 quando o designer desenhou a famosa Poltrona Mole (citada em nosso artigo “Parte 1”), feita de couro e com belas pernas de madeira de jacarandá. Esse jeito apaixonado de trazer o Brasil para dentro dos traços de seus desenhos provocou uma espécie de revolução na carreira do profissional e na história da decoração do país.


Anos mais tarde, quase 50 anos após o lançamento daquela poltrona que o levou à fama, Sergio Rodrigues em 2001, cria a interessante Poltrona Diz. A proposta foi fazer com que a cadeira fosse bastante confortável, ainda que toda feita de madeira. A estrutura da Diz é em madeira maciça, com o assento e o encosto em compensado moldado em dupla curvatura, folheado em madeira de lei.

Mesmo tendo sido lançada tanto tempo depois de seu primeiro sucesso, ela possui a mesma bossa e o toque brasileiro. Quando recebeu o prêmio do Museu da Casa Brasileira pela Poltrona Diz, em 2007, Sergio Rodrigues fez um pequeno trocadilho em seu discurso. Ele disse que a Poltrona Diz era toda de madeira e tão confortável como uma poltrona mole.



Philippe Starck – Cadeira Louis Ghost


Philippe Starck, nascido em 1949 é um conhecido arquiteto e designer francês. É nome-chave do design atual, conhecido mundialmente pelo seu design leve e contemporâneo, tanto pela forma, quanto pelos materiais que emprega nas suas criações.